Telefones: (48) 3434 4741 / 9913 6641

A idiotização do pensamento

Acabo de ler a seguinte notícia, “Bolsonaro segue com a despetização do seu governo”. Não estou aqui julgando o fato, mas sim como a notícia é dada. “Despetização”, seria o melhor termo? Porque o jornalista não escreveu: “Bolsonaro está bolsonarizando o governo.”Ao descortinarmos a frase, percebemos que ninguém é neutro, nem mesmo o jornalista. Também tenho percebido alguns líderes religiosos dizerem que agora esta ou aquela ideologia, supostamente de esquerda, serão abolidas. Agindo assim cometem um grande engano, pois Jesus não era de esquerda nem de direita. Ele era, e ainda é, amor. Fico imaginando qual seria o primeiro ato de Jesus se Ele fosse eleito prefeito, governador, ou presidente… Ele iria demonizar o lado que perdeu a eleição? Claro que não. A idiotização do pensamento recai na falsa premissa de que todos devem ser iguais. Não somos. Somos diferentes. Pensamos diferente. Agimos de forma diferente. É esta diversidade que nos faz únicos. O meu medo é fazerem um governo onde todos pensam da mesma maneira, e ali, mais na frente, por falta de diversidade, descobrirem que estavam errados. Penso também, que o mundo cristão deveria esquecer um pouco a política de estado e irem em busca de almas. Deveriam esquecer um pouco as bandeiras partidárias, e empunhar mais a bandeira de Cristo em suas mentes e atitudes. Estou ficando cansado da retórica, da mesmice, e da “ditadura” do pensamento. Viva a diversidade, desobstrua o seu pensamento!
(#vilsonSCHAMBECK)