Telefones: (48) 3434 4741 / 9913 6641

Apagando Incêndios usando Som

Apagando Incêndios usando Som

 Chama-se de fogo, todo resultado de um processo exotérmico de oxidação. Geralmente, um composto orgânico, como o papel, madeira, plásticos, gás de hidrocarbonetos, gasolina e outros, são mais susceptíveis a oxidação, quando eles entram em contato com uma substância comburente, como o oxigênio do ar, e atingem a energia de ativação, também conhecida como temperatura de ignição, entram em combustão.

A energia para inflamar o combustível pode ser fornecida através de uma faísca ou de uma chama. Iniciada a reação de oxidação, também denominada combustão ou queima, o calor desprendido pela reação mantém o processo em atividade.Dependendo das substâncias presentes e de quaisquer impurezas, a cor da chama e a intensidade do fogo podem variar.

O fogo em sua forma mais comum pode resultar em incêndio, que tem o potencial de causar dano físico através da queima. O incêndio muitas vezes pode ser de médio ou grande porte, que vai desde acender um fogão, queimar residências ou destruir grandes florestas. Normalmente quando incêndios acontecem, o habitual é tentarmos contê-lo com extintores ou em casos mais graves chamarmos profissionais qualificados. Mas e se fosse possível apagar incêndios usando o som?

Um engenheiro elétrico e um engenheiro da computação tornaram isso possível. Em 2015, os dois estudantes da Universidade George Mason (EUA) encontraram uma maneira de usar ondas sonoras para apagar incêndios. Eles construíram um tipo de extintor que pode revolucionar a tecnologia de combate a incêndio. Algumas pesquisas anteriores demonstraram que as ondas sonoras podem impactar os incêndios. Já outras pesquisas investigaram a possibilidade de usar o som para apagar o fogo, mas até então, não existiam extintores à base de som.

O projeto começou com a simples ideia de que as ondas sonoras também são ondas mecânicas, o que pode causar um impacto sobre objetos ou, neste caso, sobre o material que está queimando e o oxigênio em torno dele.

Foram realizados vários testes com alto-falantes, usando diferentes tipos de som e frequências para tentar apagar incêndios. Com os testes e as pesquisas, eles determinaram que frequências ultra-altas não tem muito impacto, então eles baixaram gradualmente sua faixa de testes até 30 a 60 Hertz.

O conceito básico do projeto é de que as ondas sonoras são também ondas de pressão e deslocam parte do oxigênio quando viajam através do ar. O elemento é um comburente, ou seja, reage com um combustível e gera o fogo.

Em determinada frequência, as ondas são capazes de separar o oxigênio do combustível no fogo. “A onda de pressão vai e volta, agitando o ar em volta. O espaço gerado é suficiente para evitar que as chamas voltem a acender”, explica Tran.

Essas ondas sonoras de baixa frequência irão agitar o ar em torno das chamas, fazendo com que estas se apaguem. Mas afinal de que forma funciona este extintor?

extintor à base de som é composto por um amplificador, uma fonte de energia e um colimador feito de tubo de papelão (para focar as ondas). O resultado é um extintor de incêndio razoavelmente pequeno que funciona sem a utilização de água ou produtos químicos.

O “extintor sonoro” é quase do tamanho de um megafone e, por enquanto, só é capaz de apagar chamas de pequena proporção, iniciadas com álcool. Salientaram os engenheiros.

A ideia inicial era usar o extintor para apagar pequenos incêndios na cozinha, mas agora os pesquisadores já acreditam que ele pode ter um uso muito mais amplo. Depois de um ano de tentativas, o resultado é um gerador de som de US$ 600, que pode apagar diferentes tipos de incêndio. Os dois estudantes salientam que ainda há muito trabalho e muitas pesquisas a serem feitas, antes  de saberem se esse extintor pode ser útil para combater incêndios reais.

Até agora, só foi testado em pequenas chamas de álcool. A questão é se ele pode ser usado em incêndios maiores. Se puder, vai se tornar uma excelente extintor.

Se você gostou desta material, confira essa e muitas outras no nosso blog 2 engenheiros.

Siga-nos no twitter :  https://twitter.com/2Engenheiros ou Curta nossa página no facebook: https://www.facebook.com/2Engenheiros/.

 

 

Escrito por: Émilin.J.C.S