Telefones: (48) 3434 4741 / 9913 6641

Porque você não deve queimar pneus?

Porque você não deve queimar pneus?

 

A incineração de resíduos sólidos é tema recorrente e polêmico na engenharia ambiental, seja para geração de energia ou para redução do volume de material em aterros sanitários. Até esse ponto, é meramente uma discussão técnica. Porém, fatos recentes (i.e. protestos no Brasil) me chamaram a atenção, principalmente pelo fato dos protestantes colocarem fogo em pneus.emilinPrimeiramente tenha em mente, não se deve incinerar qualquer tipo de resíduo sem o devido controle técnico (tais como temperatura, concentração de comburente e tratamento das emissões atmosféricas).

Pneus são constituídos por borracha sintética ou natural, negro de fumo, metais, aço, enxofre, óxido de zinco e outros materiais. Ao queimarmos eles, os seguintes poluentes podem ser emitidos na atmosfera:

Material Particulado;

Monóxido de Carbono (CO);

Óxidos de Enxofre (SOx);

Óxidos de Nitrogênio (NOx);

Compostos Orgânicos Voláteis (VOCs);

Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs);

Dioxinas;

Furanos;

Cloreto de Hidrogênio;

Benzeno;

Bifenilos Policlorados (PCB);

Arsênio;

Cádmio;

Níquel;

Zinco;

Mercúrio;

Cromo; e

Vanádio.

Até aqui você já deve ter percebido o tamanho do risco à saúde quando você incinera pneus descontroladamente, mas iremos comentar um pouco mais.

Jared Downard e colaboradores de diversas entidades mensuraram a concentração de poluentes atmosféricos em um incêndio que ocorreu nos pneus dispostos em um aterro sanitário na cidade de Iowa (EUA). Os autores observaram um aumento significativo nas concentrações de CO, CO2, SO2, Material Particulado, Carbono Elementar e HPAs.

Pesquisando o mesmo incêndio, Ashish Singh e colaboradores desenvolveram um índice de qualidade do ar e a partir dele, estimaram que uma qualidade ruim do ar pode alcançar até 18 km para grupos de risco.

Todos esses compostos representam riscos agudos (problemas no curto prazo) e crônicos (problemas no longo prazo), assim como mutagenicidade, em outras palavras, causa câncer. Outros problemas causados pela exposição aos produtos dos pneus queimados são irritação na pele e olhos, problemas respiratórios e depressão do sistema nervoso central.

Além das emissões atmosféricas, que facilmente atingem a população próxima, a queima de pneus também pode gerar resíduos líquidos e sólidos, contaminando o solo e os recursos hídricos próximos.

Independente do motivo pelo qual você protesta, faça um favor para você mesmo, seus colegas protestantes e a população em geral, e não coloque fogo em pneus.

Texto originalmente publicado no Blog 2 Engenheiros.

 

Fontes Consultadas:

DOWNARD, Jared et al. Uncontrolled Combustion of Shredded Tires in a Landfill – Part 1: Characterization of Gaseous and Particulate Emissions. Atmospheric Environment. V. 104. Março 2015. pg. 195-204.

REISMAN, Joel I. Air Emissions from Scrap Tire Combustion. United States Environmental Protection Agency (US-EPA), 1997. 4 p.

SINGH, Ashish et al. Uncontrolled combustion of shredded tires in a landfill – Part 2: Population exposure, public health response, and an air quality index for urban fires. Atmospheric Environment. V. 104. Março 2015. pg. 273-283.

Escrito por: Fernando Basquiroto de Souza