Telefones: (48) 3434 4741 / 9913 6641

Superintende regional da Casan participa de debate no Legislativo

Superintende regional da Casan participa de debate no Legislativo
Para discorrer sobre os serviços realizados no Município e esclarecer as dúvidas dos vereadores referente aos serviços da Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento), estiveram na Sessão do Legislativo nesta segunda-feira (1/4), o engenheiro e superintendente regional da Casan, Gilberto Benedet Junior e o assessor de relações interinstitucionais, engenheiro Luiz Henrique Pelegrin.
A companhia é responsável pela coleta e tratamento de esgoto e ainda distribuição de água em Criciúma e demais municípios da região. Conforme o superintendente, a instabilidade instalada com a possibilidade de rompimento de contrato entre a Casan e o Município tem preocupado não só a companhia, mas seus funcionários.
A proposta de municipalização é cogitada pelo prefeito Clésio Salvaro, caso a Casan não atenda a pedidos, como o repasse de 7% de royalties para investimentos, além da redução de 40% da taxa de esgoto, que é de 100% do valor da tarifa de água.
“Falo aqui não só como superintendente, mas como cidadão criciumense. E ainda, falo em nome dos nossos 255 funcionários apreensivos com a tratativa de um possível rompimento do programa”, afirmou.
São abastecidos pela Companhia, atualmente, 214 mil habitantes em Criciúma e 63 mil habitantes com coleta e tratamento de esgoto. “A Organização Mundial da Saúde entende que a cada R$ 1 investido em saneamento, reverte em R$ 4,03 em saúde”, pontuou o superintendente.
Os investimentos e obras a serem finalizada pela Companhia também foram pontuadas pelo superintendente.
“Nossa objetivo é de identificar os problemas, trazer soluções e fazer o que for necessário. Com transparência, eficiência e qualidade”, finalizou.
A visita foi proposta pela Comissão de Obras, Transporte, Indústria, Comércio, Abastecimento e do Trabalho.
Vereador questiona pavimentação em sete vias do Município
Em requerimento apresentado na Sessão desta segunda-feira (1/4), o vereador Pastor Jair Alexandre (PSC) apresentou requerimento ao Município questionando prazo para restauração das Ruas Nilo Peçanha com Domingos Neto, Ludovico M. Mangilli, Pinheiro Machado, Acácio Vilain, Mara Rúbia Fontana Mendes, Epitácio Pessoa e Rua Zelia.P. Galli.
Segundo o vereador, além da quantidade de buracos nas vias, quando faz calor a poeira torna o ambiente insalubre, uma questão de saúde pública.
Estado precário de Unidade de Saúde preocupa vereador
 A unidade de saúde do Bairro Wosocris encontra-se em precárias condições de conservação, o assunto foi pautado no requerimento endereçado ao Município apresentado pelo vereador Edson Luiz do Nascimento (PP), o Paiol, na Sessão desta segunda-feira (29/03).
Conforme o vereador, as paredes estão com várias rachaduras, forros caindo, paredes com mofo e péssimas condições de ventilação. No documento, Paiol questiona qual a previsão para que esses problemas sejam resolvidos.
Esgotos a céu aberto nas proximidades de parque é pauta na Câmara
Em requerimento apresentado na Sessão desta segunda-feira (29/03). Edson Luiz do Nascimento (PP), o Paiol, questionou o Município quanto a existência de esgoto a céu aberto nos fundos do Parque dos Imigrantes, na Rua João Colombo.
O parlamentar questiona o prazo para solução do problema e a previsão da canalização desse esgoto.
Matagal em campo preocupa vereador
O vereador Edson Luiz do Nascimento (PP), o Paiol, apresentou requerimento direcionado ao Chefe do Poder Executivo Municipal, questionando quando será notificado o proprietário do campo da Catarinense, devido ao matagal que se encontra ao redor, principalmente na Rua Francisco de Assis Macarine localizada no Distrito do Rio Maina, Bairro Wosocris.
Manutenção de rede elétrica em Escola é solicitada
O vereador Pastor Jair Alexandre (PSC) apresentou requerimento ao Município questionando se existe previsão para manutenção da parte elétrica da Escola Municipal Giácomo Búrigo, cujas caixas de energia estão submersas devido às fortes chuvas que atingiram nossa cidade.
Drenagem e limpeza de canal voltam a ser cobrança no Legislativo
Em requerimento apresentado na Sessão do dia 4 de fevereiro, o vereador Ademir Honorato (MDB) trouxe à pauta a necessidade de dragagem e limpeza de aproximadamente 200 metros do Rio Beira Rio, localizado às margens da Rodovia Gabriel Arns, até o Rio Mãe Luzia, no Bairro São Roque.
O assunto voltou a ser discutido no Legislativo, após resposta por parte do Executivo sobre o requerimento apresentado, que não confere ao local questionado no documento.
Conforme a resposta, o desassoreamento teria sido realizado em 2018 no Rio e não no canal localizado na Rua Beira Rio. Em requerimento apresentado nesta segunda-feira (1/4) o parlamentar voltou a solicitar informações sobre a dragagem e limpeza do local.
Filas na saúde preocupam vereadores
Em requerimento apresentado na Sessão desta segunda-feira (1/4), o vereador Paulo Ferrarezi questionou o Município a respeito da situação do Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro.
No documento o parlamentar questiona quantos profissionais são necessários para atender a demanda da Unidade e quantos números são disponibilizados para consultar por dia. A quantidade de receitas médicas autorizadas no mês também foram questionadas.
Construção de ponte na Vila Macarini é questionada por vereador
O vereador Aldinei Potelecki (PRB) apresentou requerimento perguntando ao Chefe do Poder Executivo Municipal, se existe projeto para uma ponte de concreto na Rua Antônio Macarini, no bairro Vila Macarini. Caso positivo, qual a previsão para execução, e caso negativo, se há possibilidade de elaboração de projeto para construção da ponte.
Vereador questiona taxas elevadas para empréstimos
 
Em requerimento apresentado, o vereador Julio Kaminski (PSDB) pediu ao Chefe do Poder Executivo Municipal, para que encaminhe a Câmara, o seguinte, em relação aos motivos das cobranças de elevadas taxas de juros nas operações de crédito da modalidade empréstimo consignado e crédito pessoal dos aposentados, o que compromete sobremaneira a renda dos beneficiados do INSS: Quando acontecerá a fiscalização em todas as financeiras do Município de Criciúma, a fim de verificar as taxas de juros praticadas, e apresentar no prazo legal para está câmara de Vereadores. Além de quais as financeiras que operam nas modalidades acima na cidade de Criciúma, suas taxas de juros e a quem estão vinculadas.
Aprovado projeto que revoga cobrança de taxa no comércio
Os vereadores aprovaram na Sessão desta segunda-feira (1/4), o projeto de lei PLC-EXE Nº 1/2019 de autoria do Município que revoga a cobrança da Taxa de Licença e Fiscalização de Estabelecimentos (TLFE) aos comerciantes por parte do Município. A matéria foi aprovada por unanimidade, em segunda discussão e votação.
O horário de funcionamento, abertura e fechamento dos estabelecimentos industriais, comerciais e prestadores de serviços no Município são praticados livremente.
O projeto aprovado revoga apenas a cobrança da Taxa de Licença e Fiscalização de Estabelecimentos (TLFE), que poderia ser cobrada em caso de abertura dos estabelecimentos em horário com das 12h às 13h30 e após as 18h30.
A presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) em reunião com os parlamentares reafirmou a liberdade de horário no comércio. “O que está sendo discutido aqui é a retirada de uma taxa cobrada pela prefeitura. Como se fosse uma adesão para abertura nesses horários mencionados”, pontuou.
Os representantes da Câmara estiveram reunidos com os vereadores antes da Sessão para esclarecimentos referentes a matéria. 
De acordo com a justificativa do Município, a abertura dos estabelecimentos em horário livre é boa para todas as partes envolvidas, pois ‘ganha o empresário, que potencializa sua atividade, ganha a população, pois fica ampliada a escolha do momento em que deseja fazer sua compra, receber seu serviço, ganham os trabalhadores com a maior oferta de emprego e ganha o município, com a maior arrecadação de impostos e especialmente com o desenvolvimento do seu potencial como polo regional.

Daniela Savi – JP 01970/SC
Assessoria de Imprensa – Câmara de Vereadores de Criciúma